ANDREZA SOARES DOS SANTOS

  • A REPRESENTAÇÃO DO BALLET IV CENTENÁRIO NA REVISTA O CRUZEIRO
  • Resumo: A história do ballet vem se perdendo ao longo dos anos. O ensinamento clássico que antigamente formavam mais do que simples profissionais da dança, agora produzem bailarinos que só executam o que é mandado. Muitos desses artistas não reconhecem o ensino brasileiro de danças clássicas, jugam ser muito irrelevante em comparação aos ensinamentos internacionais. Mas com o ensino de ballet brasileiro aos poucos vai se desvalorizando, assim como a sua história, muitos dos bailarinos nunca ouviram falar sobre nomes como Marius Petipa, Anna Pavlova, Aurelios Milloss, Maria Olenewa nomes de grande importância na criação do ballet mundial e da introdução do ballet no Brasil. Tanto que esses mesmos bailarinos só procuram saber sobre a histórias dos ballets de repertório, quando vão dançar algum importante ballet, e outros só dançam sem saber o que estão interpretando. O livro tem o intuito de contar a história do Ballet do IV Centenário da cidade de São Paulo, apresentando aspectos e a história de sua criação no mundo e sua chegada Brasil, o livro também conta a história do da companhia de dança centenária pelas versões de Neyde Rossi, Maria Luiza Magalhães e Yoko Okado. Assim como conhecida pela evolução do fotojornalismo e das grandes matérias, a revista O Cruzeiro foi importante por registrar todos os acontecimentos não só dentro das comemorações centenárias as nas comissões do Ballet Centenário.
  • Orientador: Prof. Ms. Luiz Lázaro.

PDF: A representação do ballet IV centenário na revista o cruzeiro

Produto: FOTORREPORTAGEM

%d blogueiros gostam disto: