FABIANO CAMPOS

  • ACESSIBILIDADE NO TELEJORNAL BRASILEIRO NA TELEVISÃO ABERTA FERRAMENTAS DE ACESSO AO PÚBLICO COM DEFICIÊNCIA
  • Resumo: Este projeto de pesquisa tem como objetivo estudar e analisar aspectos teóricos e práticos a respeito da comunicação acessível, elaborado a partir de estudos realizados no telejornal brasileiro, este apresentado na televisão aberta e suas vertentes. A comunicação é um direito de todos? Como esse processo é elaborado a partir das mídias de massa, de acordo com a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) e apresentar de forma concreta como realiza-se de fato a comunicação e como a acessibilidade dialoga nas mídias e na política de acesso, inclusive entre as pessoas com deficiências e aqui em ênfase os surdos, usuários da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) segunda língua oficial do país. Será tratado como discurso e forma de reflexão, elaborado através de pesquisas construídas na esfera do público telespectador que consome produtos da mídia e telejornais como ferramenta de acesso à informação e notícias no que diz respeito a cidadania e direito quanto a sua língua nativa. Esse exercício busca formas de compreensão da problemática encontrada sobre a temática discutida e analisada para extensão de como inserir o público com deficiência auditiva ou visual e formar opiniões do discurso na notícia e da informação. Atualmente os telejornais de cada país dialogam com usuários de sua língua nativa. Como esse público discursa numa outra língua que não seja a língua oral? Em evidência estudamos o público surdo como consumidor e cidadão que acessa os mesmos direitos e obrigações estabelecidos pela constituição.
  • Orientador: Prof. Me. Antonio Assiz

PDF: Acessibilidade no telejornal brasileiro na televisão aberta ferramentas de acesso ao público com deficiência

Produto: Documentário