Relações autênticas geram resultados

Por Maick Fernandes e Mateus Borge

A transparência com seu público eleva o poder do influenciador de forma orgânica, tornando seu conteúdo mais relevante para as marcas e para o consumidor

Há 10 anos, quando os influenciadores começavam a despontar e publicar seus conteúdos na internet, as marcas ainda não conheciam o potencial desse novo formato de fazer comunicação. Aos poucos, esses criadores começaram a ganhar audiências enormes, melhorar seus conteúdos e finalmente serem reconhecidos por grandes empresas como parceiros. No terceiro painel do III Influent Minds, representantes da Samsung, Eldeman e Massiv conversaram sobre como geram resultados com os influenciadores digitais.

Muito do prestígio vem do modo como são produzidos os conteúdos, ou seja, na relação com os influenciadores é preciso abrir espaço para que eles se expressem da forma em que eles acreditam. Essa é uma compreensão praticamente consensual entre as marcas. O meio de interagir e fazer seu público parte do seu dia a dia e torna o engajamento muito mais fácil com os fãs. Para Felipe Moreti, gerente de Marketing Corporativo da Samsung, a credibilidade é essencial. “A opinião do criador que é relevante para o consumidor e também nesse discurso que a marca traz”, afirma. A transparência com o público é importante quando se realizam ações com uma marca. O supervisor de Mídia da Edelman, Felipe Perella, conta que não é apenas fazer o que quem pagou está pedindo, tem que ter a personalidade do influenciador. “Criar um conteúdo que realmente faça as pessoas acreditarem, valorizarem e se conectarem”, completa Parella. 

“O usuário não se interessa pela marca, se interessa pelos seus próprios problemas, a marca tem que chegar lá pra solucionar o problema, pra agregar valor”,

afirma Luther Peczan, CEO da Massiv.

Em pesquisa feita pela Edelman, Perella afirma que 39% das pessoas se relacionariam com uma marca se fossem impactadas emocionalmente e os influenciadores trazem muita emoção pela identidade que têm com o público. “Em todas as faixas etárias você vê que esse grupo de pessoas avaliadas cresce, é uma grande oportunidade pra quem quer se relacionar com a marca, por meio de influenciadores”, conta o executivo.

A transparência com seu público eleva o poder do influenciador de forma orgânica, tornando seu conteúdo mais relevante para o parceiro. A Samsung acredita que o influenciador não é uma parte do seu plano de mídia, para eles é necessário construir uma relação. Moreti cita que é preciso entender seu conteúdo, estar disposto a criar junto e apoiar o influenciador, mesmo que não esteja realizando ações com a marca.  Para Peczan, o efeito da publicidade nos consumidores está mudando. “Estamos construindo relacionamentos com as pessoas. A gente nem está falando com o consumidor final, estamos falando com quem vai influenciar o consumidor final”, finaliza. 

%d blogueiros gostam disto: